25 de abr de 2011

Bordado Jacobino

Achei um vídeo sobre bordado jacobino.


O bordado jacobino floresceu na Inglaterra, no reinado de James I (Jacobus), nos primeiros 25 anos do século 17.
Naquela época as bordadeiras tingiam as próprias linhas com corantes vegetais.
As cores eram fortes, vivas e brilhantes, e isso tornava o bordado muito atraente.
Uma flor de romã com suas sementes em relevo, bordadas com linhas tingidas pelo corante natural da própria fruta, por exemplo, ficava quase idêntica à flor natural.
Elas simbolizavam o futuro, a imortalidade.

Atualmente, bordados jacobinos são aqueles que usam desenhos de plantas e árvores exóticas, florestas e animais em paisagens, com formatos estilizados e requintados.
Os desenhos parecem os mesmos usados em tapeçarias, mas não são tapeçaria.
Normalmente são bordados com 2 fios de linha, mas também podem ser bordados com um único fio, porém mais grosso.

Muitos dos pontos usados no bordado jacobino são os mesmos do Bordado Crewel.


I found a video jacobean embroidery.

Jacobean embroidery flourished in England in the reign of James I (Jacobus), in the first 25 years of the 17th century.
At that time the embroiderers were dyeing their own lines with vegetable dyes.
The colors were strong, vivid and bright, and this makes the embroidery very attractive.
A flower of pomegranate seeds with embossed, embroidered with threads dyed by natural coloring of real fruit, for example, was almost identical to natural bloom.
They symbolize the future, immortality.

Currently, embroidery Jacobins are those that use drawings of exotic plants and trees, forests and animals in landscapes with stylized shapes and exquisite.
The designs look the same used in draperies, but are not tapestry.
They are usually embroidered with two strands of thread, but can also be embroidered with a single wire, but thicker.

Many of the stitches used in embroidery are the same Jacobean Crewel Embroidery




Algumas fotos com desenhos jacobinos de bordados
Some pictures to embroidery designs Jacobins







Postar um comentário