1 de mai de 2008

"Ser Feliz" : uma escolha.





Como diz Osho, devemos ter "um caso de amor com nossa própria existência".

Richard J. Davidson é um cientista que pesquisa a felicidade humana.
E segundo suas pesquisas, somos capazes de modificarmos nosso cérebro, de acordo com os pensamentos que temos ou que escolhemos ter. O cérebro desenvolve e fortalece os neurônios mais utilizados.
Quanto mais pensamentos negativos, maior atividade no córtex direito do cérebro e, em conseqüência, maior a ansiedade, a depressão e a hostilidade. Em outras palavras, maior infelicidade auto-gerada, aquela que nós mesmos produzimos pra nós mesmos.
Por outro lado, quem desenvolve bons pensamentos e uma visão amorosa da vida exercita o córtex esquerdo, elevando as emoções prazerosas e a felicidade.
“Viver as experiências que a vida nos oferece é obrigatório; sofrer com elas ou desfruta-las é opcional” (Ricard Matthieu, considerado o homem mais feliz do mundo, pelas medições da ciência)




Postado por Maria Cecília Mora (Cíça) às 10:47 0 comentários
Postar um comentário