1 de jun de 2008

Aplicação com Caseado

Existem várias formas de fazer uma aplicação. Uma delas é a Aplicação com Caseado
É um dos tipos de aplicação mais conhecido.
Usamos papel termocolante ou entretela e depois aplicamos pontinhos caseados em volta do motivo escolhido.
Relembre o caseado:



É uma das formas de aplicação que mais gosto. Tem cheirinho de café fresco

e gosto de bolo da vovó.


O ponto caseado é um ponto de bordado que podemos fazer com muitas variações. Pode ser chamado, também, de Feston, Festonée, etc.
Como podem perceber, as variações também incluem seu nome.
Normalmente ele é feito da esquerda para a direita.
Mas algumas pessoas canhotas acham melhor fazê-lo da direita para a esquerda. Flui mais fácil.



Cada bordadeira borda de um jeito. O meu, em particular é sempre trazer a agulha para o sentido do meu corpo. Algumas bordam no sentido do corpo para fora.
Eu bordava, antigamente, da direita para a esquerda. Com o tempo, aprendi a trabalhar da esquerda para a direita. Na verdade, não existe uma forma que se pode dizer "obrigatória" a não ser aquela que lhe traz felicidade misturada com facilidade. Quem poderá dizer que um lindo trabalho foi feito de forma "errada"?

Ao executar o ponto caseado você pode manter sempre a mesma distância ponto a ponto...



...ou variá-la, criando novos resultados.



Fazendo-os em grupos, como na foto acima, ou bem juntinhos, como mostra abaixo.



Vejam outras variações que podem ser feitas com o ponto caseado, nesta minha mandala rudimentar.




Distância pequena deixa o trabalho mais delicado e firme. Distâncias maiores dão pontos com efeitos inesperados, lindos e surpreendentes.
O contraste das cores também dá um resultado muito bom.
Podemos fazer combinações de pontos, variando linhas, distância e tamanho do ponto.

Olha esse abaixo. Foram feitas duas carreiras. A segunda carreira é bordada paralela à primeira. O efeito fica bem diferente.



Nesta foto de baixo foi feita uma florzinha, com o caseado bordado em círculo. Você pode usar muitas variações e uns dentro dos outros.



Faço muito isso (combinar pontos) quando estou bordando os meus Crazys, que tanto amo.
Podemos fazer um completar o outro, um no sentido contrário do outro, um em paralelo com o outro, enfim... são várias as formas e todas ficam muito interessantes e maravilhosas.
Postar um comentário